Notícias & Eventos

Devolver roupa usada nas lojas tem os dias contados com a última solução da Checkpoint

February 23, 2017

 

  • Um de cada três compradores admite ter utlizado a táctica enganosa do guarda-roupa
  • SharkTag contribuirá para fomentar a política de devoluções nos estabelecimentos físicos ou online

Lisboa, 22 de Fevereiro de 2017. Devolver à loja peças de roupa depois de terem sido usadas numa festa ou outro acontecimento tem os dias contados com a solução para lojas de roupa que apresentou a Checkpoint Systems, líder mundial em medidas para a disponibilidade de mercadoria no sector retalhista. Trata-se da Shark Tag, um vistoso pin que se coloca na parte da frente de qualquer peça de roupa e que só pode ser extraído cortando com tesoura.

A visibilidade do pin faz com que o comprador não possa ocultá-lo com a ideia de utilizar a peça de roupa numa ocasião especial e depois devolvê-la. Pelo contrário, a solução apenas se pode retirar de forma irreversível tal e como indicam as instruções impressas na Shark Tag. Como consequência, o retalhista apenas terá que aceitar as devoluções e reembolsar a importância total do artigo quando o pin esteja colocado na peça de roupa em questão e não apresente sinais de manipulação.

Esta medida está especialmente dirigida aos retalhistas de moda que vendem a roupa para ocasiões especiais, fatos, casacos, vestidos e lingerie, tanto em lojas físicas como através de canais online. Para estes retalhistas, as devoluções fraudulentas são uma das acções mais prejudiciais para as vendas, além de originar desajustes de inventário.

Segundo dados da Checkpoint Systems, uma de cada três mulheres admite ter utilizado a conhecida táctica de guarda-roupa na hora de realizar uma compra para uma data assinalada.

“Desenhámos a Shark Tag depois de perceber o interesse dos retalhistas de moda em assegurar e aprofundar os serviços pós-venda como o da devolução para uma maior satisfação do comprador. Graças a esta solução que verifica que a peça não foi estreada e que não existe nenhuma fraude, os comércios podem oferecer ao consumidor uma política de devoluções mais amplia”, explica David Pérez del Pino, Director Geral da Checkpoint Systems em Espanha e Portugal.

Sobre a Checkpoint Systems, Inc. (http://pt.checkpointsystems.com)

A Checkpoint Systems é líder mundial em soluções para a disponibilidade de mercadoria no sector de retalho que abarca a prevenção da perda desconhecida e a gestão de inventário. Como divisão da CCL Industries, a Checkpoint distribui soluções integrais que permitem aos retalhistas conseguir um controlo preciso do inventário e em tempo real, acelerar o ciclo de reposição (time to shelf), prevenir as rupturas de stock e reduzir o furto, melhorando assim a disponibilidade de mercadoria e a experiência de compra do cliente. As soluções da Checkpoint foram desenvolvidas ao longo de 45 anos de experiência em tecnologia de radiofrequência, inovadoras soluções de prevenção do furto e da perda desconhecida, hardware RFID líder de mercado, software e serviços globais de etiquetagem para marcar, proteger e localizar a mercadoria desde o centro de produção até ao linear. Os clientes da Checkpoint beneficiam de um aumento das vendas e os benefícios mediante a implementação de soluções de disponibilidade de mercadoria para assegurar que o produto correcto está disponível no lugar e momento adequados quando os clientes estão prontos para comprar.

Twitter: checkpointsys

Sobre a CCL Industries

A CCL Industries Inc., líder mundial em soluções de etiquetas especializadas e empacotamento para corporações globais, pequenas empresas e consumidores, conta com cerca de 9.600 empregados e opera 87 instalações de produção situadas em 25 países e 5 continentes, com lojas corporativas em Toronto, Canadá e Framingham, Massachusetts. Para mais informação, visite www.cclind.com.