Notícias & Eventos

A RFID em alimentação reduz em 30% as perdas em produtos perecíveis

March 31, 2017

A identificação por radiofrequência é, desde há muitos anos, uma tecnologia ampliamente valorizada pelas marcas de moda, especialmente no contexto omnichannel em que nos encontramos. Recentemente, a indústria alimentar também começou a ver o potencial da RFID para reduzir o desperdício alimentar, um dos grandes objectivos do sector, e a Checkpoint Systems desenvolveu soluções específicas para enfrentar a problemática.

Os distribuidores europeus deitam fora cada ano 14.000 milhões de euros em carne de rés, porco e peixe. Segundo explica Carlos López, Director Comercial de RFID para o Sul da Europa, durante uma apresentação no Forum EuroCIS, a gestão de datas de validade e de consumo preferencial é um autêntico quebra-cabeças para as cadeias alimentares.

Por este motivo, muitos retalhistas deste sector estão a começar a incorporar a RFID nos seus negócios. Uma das inovações novidade é a FreshFinder, uma solução que ajuda a controlar o stock, permitindo a gestão da validade e reposição da mercadoria de uma forma simples, rápida e eficiente.

Como destacou Carlos López, esta solução, que já tinha sido testada em sete importantes cadeias de distribuição a nível europeu, permite reduzir o desperdício de produtos frescos mais de 30%, diminuir em 80% o tempo que os empregados dedicam a realizar a contagem de inventário e assegurar a frescura dos produtos no linear para garantir uma experiência de compra satisfatória, o que pode significar um aumento das vendas próximo dos 7%.

O potencial da RFID na alimentação implementa-se na sua totalidade quando as etiquetas de identificação por radiofrequência se aplicam no centro de produção, já que apenas assim se pode conseguir uma rastreabilidade precisa e em tempo real dos produtos alimentares em toda a cadeia de distribuição. A etiquetagem na origem também comporta que os produtos cheguem às lojas já protegidos e que os empregados não tenham que dedicar tempo a etiqueta-los manualmente.